CLÍNICA SOCIAL

 

ATENDIMENTOS SOCIAIS POR ASSOCIADOS -
RIO DE JANEIRO
Supervisão de José Guilherme Duque de Moura

Carma Sueli Martins - Taquara, Vila Valqueire, Marechal  e Barra de Tijuca

(21) 9-7125-9125

Cristiano Luis - Copacabana,Barra, Recreio, Tijuca

(21) 3156-0607 / 9-8734-6266

Todas as idades

Elzi Maciel Soares - Barra da Tijuca

(21) 9-8440-0002

Katia Solange - Nova Iguaçu e Vila Valqueire

(21) 9-9738-7610

Adolescente,adulto e idoso

Neyde Lucia de Freitas Souza - Flamengo e Largo do Machado

(21) 9-9994-2973

Adulto, adolescente, família e casal

Patricia  S Ferreira - Nova Iguaçu e Tijuca

(21) 9-7578-1684 / 9-8642-6918

Carla Daniele de Oliveira

Tijuca, Macaé, Marechal Hermes

Tel: (21)987327060

Suzana Cyrne - Largo do Machado

(21) 9-9114-9292

Rubia Perez Lind - Recreio dos Bandeirantes

(21) 9-9401-8743

Adulto, Familia e Casal

​​

Thalita Martignoni - Tijuca

(21) 9-7952-8560

PROJETO VOA BORBOLETA

 

Projeto coordenado por:

ProfªDraª Ana Lúcia Gomes Castello

ProfªDrª Vera Lúcia Gomes Santiago-Recife-PE

Celina Dias Sobreira, Ms- São Paulo

Projeto Voa Borboleta -  CURITIBA-PR (em fase de estruturação)

Coordenadora: Francine N. Benci - psicologafrancinebenci@gmail.com

Supervisora: Profª Dr

ªAna Lúcia Gomes Castello

Projeto Voa Borboleta -  BRAGANÇA PAULISTA-São Paulo

Coordenadora: Psicóloga Nadir Ramos

Supervisora: ProfªDrª Ana Lúcia Gomes Castello

O Projeto Voa Borboleta foi iniciado em março de 2017, com o objetivo

de possibilitar o tratamento de crianças em situação de alta vulnerabilidade

social com o recurso do EMDR. Inicialmente o trabalho foi realizado em

Recife-PE, onde foi realizada a capacitação dos psicólogos e posteriormente

o processo grupal para que pudéssemos fazer uma checagem das crianças que mais precisavam entrar num processo terapêutico.  Contamos hoje com a participação de 19 psicólogos e 1 médica emdrrista para cumprir a agenda deste projeto. As psicólogas envolvida são: Ana Lúcia Castello, Vera Lúcia Santiago, Monica Alfaia, Nina Paranhos,Ana Paula Campos, Andrea May, Fernanda Monte, Katia Valença, Leda Souza, Lucia Dornelas, Luciana Oliveira, Maria Solange Calado, Natalia Bezerra, Neide Freitas, Samara Nolasco, Simone Santos, Christiane Aussourd, Laura Petribu, Liliane Dutra, Olga Oliveira, e a médica Dra Sonia Fernandes.
 

"Crianças são como borboletas ao vento...
Algumas voam rápido...
Algumas voam pausadamente...
Mas todas voam do seu melhor jeito.
Cada uma é diferente, cada uma é linda,
E cada uma é especial."
Príncipe Poeta (Alexandre Lemos-APAE)

O Projeto Voa Borboleta iniciou em São Paulo em setembro de 2017 e iniciará os atendimentos as crianças em abril 2018.Estão envolvidas neste projeto as psicólogas: Ana Lúcia Castello, Adriane Mota, Celina Sobreira, Claudete Milaré, Erica Teixeira, Evelin Guerra, Fernanda Machado, Heloisa Schauff, Lucelia Paiva, Mara Abreu, Marcia Veiga, Maricy Theodoro, Nadir Ramos, Nair Pontes, Patrícia Santanna, Paula Sampaio, Regina Manzano, Roberta Souza, Sueli Carpinelli, Terezinha Amaro, Thais DellaTonia, Wendy Prado.

 
Mostrar Mais
Mostrar Mais
 
INSTITUTO SEM GRILO

 

​O Instituto Sem Grilo é uma organização humanitária que oferece atendimento psicológico

a pessoas em condições de vulnerabilidade sem acesso à saúde mental.

Objetivos

Oferecer tratamento psicológico à população vulnerável sem acesso à saúde metal por meio de uma rede de voluntariado visando contribuir para uma melhor estruturação do indivíduo e

formação de uma sociedade melhor adaptada. Dispor para os atendidos profissionais voluntários amplamente qualificados que se identificam com a formação de uma sociedade equilibrada e justa.

Como Funciona

O ISG viabiliza acesso à saúde mental a pessoas assistidas por instituições sociais reconhecidas ao criar uma conexão entre profissionais voluntários e instituições apoiadas.

 
Projetos coordenados pela Psicóloga Daniela Reis (Vitória-ES)

 

a) Apoio a Perdas Irreparáveis

Local: Vitória e Domingos Martins.

www.redeapi.org.br

Email: redeapi.es@gmail.com

Rede de apoio ao luto. Reuniões mensais gratuitas, abertas para enlutados por qualquer tipo de perda. Quando necessário, encaminhamos para atendimento psicoterápico.
Desde 2005.

 

b) Ciranda - Grupo de Apoio à Adoção de Vitória
Rede de apoio à adoção. Reuniões mensais gratuitas, abertas para interessados em adoção, pessoas em processo de adoção ou que já adotaram. Quando necessário, avaliamos, orientamos e encaminhamos para atendimento psicoterápico

Email: ciranda.vitoria@gmail.com

Desde 2009

 

c) Intervenção em Saúde Mental e do Trabalhador do Hospital da Polícia Militar do Espírito Santo.

Atendimento multidisciplinar com avaliação, orientação e tratamento, incluindo um ambulatório de psicologia que atende militares e dependentes com EMDR. Interessados devem procurar o ambulatório 2 do Centro Policlínica do HPMES para triagem.

Desde 2017

 

 

 

PROJETO DIÁLOGOS- FORTALEZA, CE

 

Coordenado pela Clínica TRAUMAPSI

Psicólogas: Alessandra Araújo Farias, Sabrina Borges C.E.S.Colares, Adriana Serpa, Adna Fabíola Guimarães Teixeira Fontenele.

Projeto DIALOGOS: elos de conhecimento e compromisso social

 

O objetivo do Projeto DIALOGOS é construir e partilhar conhecimento, incentivando a parceria e colaboração entre a TraumaPsi e Instituições de ensino. Para isso, buscamos criar espaços de diálogo, práticas e incremento do saber científico, bem como promover condições favoráveis ao desenvolvimento humano de pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social, por meio de práticas psicológicas.

 

Atualmente, o Projeto DIALOGOS acontece através de uma parceria firmada entre a Traumapsi, com a coordenação das psicólogas Alessandra Araújo Farias e Sabrina Borges Castro e Silva Colares, e a Universidade Federal do Ceará - Faculdade de Psicologia - Núcleo de Avaliação Psicológica (NAPSIS), com a coordenação da Professora Estefânea Élida da Silva Gusmão,

 

A TraumaPsi oferece atendimento psicológico na abordagem EMDR para usuários de uma comunidade terapêutica mantida pela Obra Lumen de Evangelização, situada na Pacatuba-CE.

 

Juntamente com a equipe de estudantes de Psicologia do NAPSIS-UFC, as psicólogas da TraumaPsi realizam também uma pesquisa intitulada CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA EMDR NO TRATAMENTO DE TRAUMAS E NA REMISSÃO DE SINTOMAS DEPRESSIVOS E ANSIOSOS DE DEPENDENTES DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS EM COMUNIDADE TERAPÊUTICA

O objetivo desta pesquisa, por sua vez, é comprovar a eficácia da Terapia EMDR no tratamento dos traumas, relacionados a violência infantil para a remissão de sintomas de depressão e ansiedade em pessoas com dependência química.

PROJETO AMOR EM AÇÃO - CURITIBA, PR

 

Supervisora: Silvana Ricci Salomoni - silvanarisa@gmail.com

Bruno Paolo Beltrami Javorski - bruno.javorski@hotmail.com

Elaine Inácio Pereira de Souza - vivitaclinica@gmail.com 

Eliane G. Consulin - elianeconsulin@hotmail.com

Evelyse F. Neves - evelysefneves@hotmail.com

Francine Naira Benci - psicologafrancinebenci@gmail.com

Francisleine Rezende Machado - frarezendemachado@gmail.com

Gabriela Falcheti - gabifalcheti@gmail.com

Halumi O. Matsuzaka - halumiok@gmail.com

Themis Simone X. A. da Costa - themisxaccioly@gmail.com

Therezinha Vian Rambo - therevian@hotmail.com

O Projeto Amor em Ação representa a soma das ações individuais de cada um dos participantes, na busca por alcançar pessoas que comumente não são beneficiadas pela Terapia EMDR, em razão de falta de recursos financeiros para atender a essa necessidade.

Nossa clientela é composta em sua maioria por crianças e adolescentes pertencentes a instituições de assistência, e também por pessoas carentes que são selecionadas pelos próprios profissionais.

PROJETO REVIT: RESGATANDO VÍNCULOS TRANSGERACIONAIS

 

Coordenação e Supervisão: Profa. Dra. Tina Zampieri

Ciclomuta: psicoterapia & pesquisa

Este projeto nasceu em 1998, com atendimento social individual, grupos de famílias e com uma parceria da clínica Ciclo de Mutação: psicoterapia e pesquisa com o CRAMI (Centro Regional de Atenção aos Maus tratos na Infância), atendendo vítimas e abusadores, inicialmente com as metodologias do Psicodrama e Terapia Familiar. Sempre com a supervisão de Dra. Tina Zampieri, no início as consultas eram atendidas por psicólogos, alunos de especialização em psicodrama, depois, por psicólogos ou médicos se especializando em EMDR, hoje, emdristas atendendo em vários estados brasileiros (desde 2004 foi incluída a metodologia de Francine Shapiro). A clínica recebe encaminhamentos de escolas, Delegacia da Mulher e outras instituições, pública ou privada. Na prática da pesquisa, se mobiliza ao encontro da população alvo, conforme o projeto em andamento. Várias pesquisas foram produtos desse trabalho, com publicações tais como “Codependência: o transtorno e a intervenção em rede” (ed. Ágora),  “Levantamento de sentimentos e sintomas psicossomáticos em pacientes com histórico de alcoolismo na família” (estudos preliminares e dissertação de mestrado, FAMERP), “Terapia de Rua e Cidadania” (Intervenções Grupais, Ed. Ágora), em vinculações institucionais de dependência desadaptativa crônica (“Autonomia: emancipação e autogerenciamento em uma associação de agricultores”; premiado pelo 1º. Mostra Nacional de Práticas em Psicologia, revista Múltipla, CRP/SP, 2001) e relações profissionais disfuncionais em equipes gestoras em vários municípios.

 

O EMDR veio impulsionar intervenções no plano individual e gradualmente foi sendo integrado às metodologias já em andamento, com grupos de familiares e de  Conselheiros Tutelares, relatados em congressos e obras como “Se amo demais... Não amo!”, com estudos sobre associação entre sintomas psicossomáticos e relacionamentos emocionalmente instáveis; danos de vinculação e enxaqueca, publicado no artigo “Frequency of migraine, presence of neuropsychiatric symptoms and attachment style: comparative study” fulltext.scholarena.co/Frequency-of-Migraine-Presence-of-Neuropsychiatric-Symptoms-and-Attachment-Style-Comparative-Study.php e um aprofundamento na compreensão da dor de cabeça crônica, com a tese “Cefaleia crônica diária e transtornos psiquiátricos: estudo comparativo”.

Esses estudos resultaram em protocolos especiais (Mapa da Mina: organização sistêmica do EMDR, e, Plataforma de Segurança: Exercícios de Inferência com jogos) e jogos (A Família que Habito) ensinados em cursos de educação continuada para profissionais da psicologia e da medicina que têm formação básica em EMDR.

 O projeto REVIT recebe grupos de família, para orientação e/ou intervenção. Atualmente, além do atendimento individual e grupos de famílias dentro e fora da clínica Ciclo de  Mutação: psicoterapia & pesquisa, em São Paulo e vários outros municípios sob a supervisão de Dra. Tina Zampieri (Profa. Dra. Maria Aparecida Junqueira Zampieri), encontra-se em andamento o Resgatando Vínculos Transgeracionais na escola Maria Peregrina, com grupo de genitores com ao menos um filho estudando na instituição e REVIT Plataforma de  Segurança, em vários municípios, com a colaboração de uma médica e psicólogos locais formados em EMDR.

Tem por objetivo estudar, orientar e tratar com EMDR padrão e EMDR-Plataforma de Segurança, focalizando os traumas que transitam intergeracionalmente, repercutindo negativamente na saúde, por comprometer a formação básica da estrutura egóica. Essa repercussão se expressa em relações amorosas disfuncionais (tanto entre adultos, como na relação pais e filhos), ansiedade crônica e associada a diversas psicopatologias (como o transtorno de personalidade borderline e transtornos do humor) e sintomas psicossomáticos.

Clínica social EMDR-REVIT Plataforma de Segurança    

Supervisão: Dra. Tina Zampieri

Alete Korte, São Paulo: Bela Vista, fone (11) 99307 9818

Alexandre Junqueira Zampieri, São José do Rio Preto: fones 17-32318331; 17-98125-0435

Diery Fonseca, São Paulo: Cambuci, defronte ao Hospital Cruz Azul, fone: 1199912-5367

Edmilson Tavares de Oliveira, Cáceres – MT, fone: 65-9978-8441

Elaine Bello, São Paulo: Chácara Santo Antônio (metrô Borba Gato), fone 11-99756-5688

Maria Inês Juliano de Mesquita, Caxias do Sul/RS: 54 9104-6093

Fran Legnaghi, Caxias do Sul, RS, fone: 54-9141-8587

Marina Junqueira Zampieri, São José do Rio Preto: fones 17-32318331; 17-98125-0435

Roseli Bermejo, Assis, fone: 18-99792-0424

PROGRAMA REDE SOLIDÁRIA

Conheça o programa desenvolvido pela diretoria da Associação brasileira de EMDR com profissionais capacitados para intervenções no tratamento do trauma e do estresse pós-traumático em situações de incidentes críticos, de modo eficiente e eficaz, sendo referência nesta metodologia em todo o território nacional.

Coordenação: Diretoria da Associação Brasileira de EMDR

ProfªDrªAna Lúcia Gomes Castello- Presidente

Sirley Regina Bittu- Vice-Presidente

Maria Isabel Caminha, Ms- 1ªSecretária

ProfªDrªMaria Aparecida Junqueira Zampieri-2ªSecretária

Celina Dias Sobreira, Ms- Tesoureira

 
 
 
 

FALE CONOSCO:

 

Rua Purpurina, 131,  conjunto 76,

Vila Madalena 
São Paulo, SP

Cep 05435-030

contato@emdr.org.br

www.emdr.org.br

Celular e WhatsApp:

(41) 9- 8703-8228

 

© 2018 Associação Brasileira de EMDR